Revista Ensino Superior: Expectativa acadêmica

2018-05-08T09:17:42+00:00 02/05/2018|

Os alunos com baixo desempenho acadêmico no ensino médio não esperam chegar no ensino superior

Os alunos com baixo desempenho acadêmico no ensino médio têm expectativas menores em relação ao nível acadêmico que esperam completar, como mostrou o estudo Um panorama sobre resolução colaborativa de problemas no Brasil, realizado pelo Iede (Interdisciplinaridade e Evidências no Debate Educacional) a partir dos microdados do Pisa (Programa Internacional de Avaliação de Estudantes) 2015.

O teste é aplicado a cada três anos em estudantes de 15 anos de diversas partes do mundo, incluindo o Brasil. Além de verificar conhecimentos em matemática, leitura e ciências, a prova também mede habilidades relacionadas à resolução colaborativa de problemas.

Pela primeira vez em 2015, os estudantes brasileiros foram submetidos a essa parte do teste, que exige dos jovens aptidão para trabalhar em grupo. Nesse quesito, a média geral de proficiência dos brasileiros foi 411,7, o que coloca o país na penúltima posição da lista, como mostra o estudo do Iede.

Sobre as expectativas em relação ao ensino superior, o material revela diferenças significativas entre os estudantes de alto e baixo desempenho em resolução de problemas. Entre os que estão no nível abaixo de 1 (o mais baixo da escala), 77,5% não esperam chegar ao ensino superior. Do total desse grupo, 10,7% dizem que esperam completar somente o ensino fundamental; 64,1% o ensino médio ou o ensino técnico; e 2,7% fazer um curso técnico ou de curta duração.

Acesse o texto no site original