Iede participa de estudo sobre a Educação na pandemia

2021-02-09T22:48:13-03:00 09/02/2021|

A suspensão das aulas presenciais trouxe imensos desafios para a educação básica brasileira em 2020. De um lado, o ensino remoto ofereceu oportunidades para a continuidade dos processos educativos e permitiu pensar em formas de avançar em novos caminhos para a Educação. De outro, potencializou as desigualdades educacionais existentes.

Com o objetivo de identificar esses desafios e as possibilidades de aprimoramento das estratégias utilizadas e prover subsídios que apoiem a recuperação dos vínculos e o fortalecimento da aprendizagem, o Interdisciplinaridade e Evidências no Debate Educacional (Iede), a Fundação Carlos Chagas, a Fundação Lemann, a Fundação Roberto Marinho, o Instituto Península, o Itaú Social e o Conhecimento Social, uniram dados, estudos e pesquisas realizados ao longo de 2020.

Assim, nasceu o “Retratos da Educação no Contexto da Pandemia do Coronavírus – Um olhar sobre múltiplas desigualdade”, lançado hoje.

A publicação conta com análise e texto de Ana Lúcia Lima, da Conhecimento Social, e contribuições e pesquisas de todas as entidades citadas.

Ao colocar em diálogo representantes das redes de ensino, docentes, estudantes e seus familiares, o documento contribui para aprofundar o debate e qualificar as reflexões sobre um tema complexo e desafiador.

Acesse o estudo na íntegra.