Estadão – Artigo: Novo resultado do Pisa revela barreira que o Brasil não consegue superar; leia análise

2023-12-06T14:37:22-03:00 05/12/2023|

Desenvolvimento em Matemática depende muito da aula presencial; alunos não têm desempenho superior a 390 pontos em avaliação internacional

Por Ernesto Martins Faria – 05/12/2023

13h42

Os dados do Pisa 2022, a principal avaliação internacional de aprendizagem, foram divulgados nesta terça-feira, 5. O exame foi aplicado a estudantes de 15 e 16 anos. Havia muita expectativa sobre esse resultado, pois é o primeiro do País desde a reabertura completa de suas escolas após a pandemia. Isso porque as provas do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) e do Programme for International Student Assessment (Pirls), a avaliação internacional de leitura, foram aplicadas ainda em 2021.

O Brasil registrou pequena queda na pontuação média de seus estudantes. Provavelmente, mais sutil do que muitos esperavam. Em comparação ao Pisa 2018, a pontuação média em Matemática passou de 384 para 379; em Leitura, de 413 para 410, e, em Ciências, de 404 para 403. Em Leitura e Ciências, é possível dizer que o cenário ficou praticamente estável.

Sabe-se que a Matemática é uma área do conhecimento que depende muito da atuação da escola (mais do que Leitura, por exemplo) e, após quase dois anos de escolas fechadas, era imaginada queda grande na aprendizagem dos alunos na disciplina. No entanto, embora 5 pontos até não seja muito (a média dos países da OCDE caiu 15 pontos), uma análise mais aprofundada dos dados revela que há aspectos importantes a serem considerados.

Leia o artigo completo no site do jornal Estadão.